IvoGomes.com

Usabilidade, Acessibilidade & User Experience

Voltar ao início

Frascos de medicamentos ergonómicos

Segundo um estudo da empresa farmacêutica Target, cerca de 60% das pessoas toma os medicamentos de forma incorrecta. Os frascos de medicamentos têm-se mantido inalterados desde a sua criação durante a Segunda Guerra Mundial (na década de 70 adicionaram a tampa de segurança à prova de crianças). Tendo em conta estes dados, a Target comprou a patente de um novo conceito de frasco de medicamentos desenvolvido por uma estudante de Artes norte-americana. Os novos frascos vão começar a ser vendidos já a partir de dia 1 de Maio.

Qual é o problema dos frascos actuais?

Frascos de medicamentos normais

Rótulos inconsistentes
Todos os frascos de medicamentos têm uma forma diferente de disponibilizar a informação no rótulo. Em alguns o nome do medicamento aparece no fundo do frasco, em outros aparece no topo. Não há um standard.

A marca é o mais importante
A primeira coisa que se vê num frasco de medicamentos é normalmente a marca e o logotipo da farmacêutica e não o nome do medicamento e as instruções de como o tomar.

Combinações de cores confusas
Os avisos existentes não fazem um contraste suficiente com o resto do rótulo.

A forma curva dos frascos dificulta a leitura dos rótulos.
De forma a se poder ler a informação é necessário rodar o frasco.

Letras demasiado pequenas
É obrigatório os medicamentos trazerem uma folha com a posologia à parte. No entanto, na maior parte das vezes a folha é longa e o texto é muito pequeno e com pouco espacamento entre linhas, o que dificulta a leitura.

A solução

Frasco de medicamentos ergonómico(1) Identificação fácil
O nome do medicamento está impresso no topo do frasco (de modo a ser visível se for guardado numa gaveta) e na parte lateral do rótulo.

(2) Código vermelho
A cor vermelha do frasco é a assinatura da marca farmacêutica Target – e é também um símbolo universal que indica atenção.

(3) Hierarquia da informação
O rótulo está dividido em 2 posições, uma primária e outra secundária. A informação mais importante (nome do medicamento, dosagem, instruções) está colocada na zona primária, enquanto que as informações menos importantes (quantidade, data de expiração, nome do responsável médico) estão colocadas na zona secundária.

(4) De pernas para o ar para poupar papel
O rótulo do frasco é colado de cima para baixo, em vez de ser enrolado ao frasco, poupando um pouco mais de papel.

(5) Codificação colorida
Foi desenvolvido um sistema de 6 anéis coloridos que se colocam na tampa. Cada membro da família escolhe a sua cor. Desta forma evita-se que os medicamentos guardados no mesmo local sejam tomados pela pessoa errada.

(6) Um cartão de informação difícil de perder
Por trás do rótulo existe um cartão com mais informações sobre o medicamento (posologia). Este cartão é expandível e tem 3 furos para poder ser guardado num dossier para futura consulta.

E no futuro

Está já em desenvolvimento um rótulo que muda de cor quando a data de validade do medicamento expira. Neste momento já há rótulos em que aparece um grande X vermelho ao final de 24 horas. Ainda está em desenvolvimento o mesmo tipo de rótulo de modo a que a mudança de cor só ocorra ao fim de alguns meses. Espera-se que esteja disponível já em 2006.


7 Comentários

Comente este artigo!

  1. Pedro Custódio

    Agora só falta chegarem a portugal, juntamente com a venda avulsa de medicamentos, leia-se à quantidade (necessária) e não à embalagem.

  2. Jonathas Scott

    Realmente, muito interessante o frasco, e a solução ergonômica dada ao objeto, porém ao observar a sua forma noto que ele é um pouco fino em sua parte superior, isso dificultará o empilhamento destes frascos, como foi dito no item (1)

    Mas sem dúvida alguma é uma solução de produto excepcional.

    Abraços.

  3. Rita Cristina

    Codificação colorida
    Foi desenvolvido um sistema de 6 anéis coloridos que se colocam na tampa. Cada membro da família escolhe a sua cor. Desta forma evita-se que os medicamentos guardados no mesmo local sejam tomados pela pessoa errada.

    Prezados Senhores,

    Gostaria de saber onde posso encontrar o frasco acima descrito no seu site. Estou a procura de algo assim, minha mãe tem 70 anos, não sabe ler e atualmente toma vários remédios durante o dia (ela é hipertensa e diabética) e procuro algo com cores diferentes para evitar q ela venha tomar o remédio errado/hora errada.

    Podem me ajudar?

    Obrigada.

    Rita Cristina
    (71) 9979.6613 /3341.1070

  4. Ivo Gomes

    Isso pode ser facilmente conseguido através do uso de autocolantes coloridos, ou elásticos coloridos. Qualquer coisa serve para se fazer essa identificação. Só é preciso ter imaginação.

  5. Sérgio Jardim

    Realmente bem pensadas as soluções do frasco, mas confome o comentário do Jonathas Scott, o empilhamento parece estar prejudicado.

    Além dos anéis terem cores diferenciadas, seria necessário também uma textura, gerando reconhecimento pelo tato. Algo como bolinhas, triângulos, furos etc. Pada cada cor, uma textura.
    O nome do medicamento em Braile na lateral do frasco também seria bom.

    Seria útil para quem pouco ou nada enxerga.

  6. silvia

    Estou escrevendo minha monografia sobre leitura de rótulos, voltada para área da educação. você tem algum comentário que possa me ajudar? Gostei muito do seu artigo, ficou objetivo e claro, e veio de encontro ao que estou escrevendo.

Blogs que "linkam" para aqui

  1. ivogomes.com » O copo dos comprimidos
    21 de Março de 2006, 16:07

Comente!

* Campo obrigatório, de modo a aparecer o seu nome como autor do comentário

* Campo obrigatório, mas não será mostrado no site

* Campo obrigatório, convém escrever alguma coisa ;)

São permitidas algumas tags HTML, como
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>